Bookmark

  Fale conosco

Faça desta página, a sua inicial!

Indique este site

 
Facilidades
Página Inicial
Canais
Últimas Novidades
Últimos Destaques
Últimas Bibliotecas
Colunas
Humor
Cartões
Classificados
Bibliotecas
Lista Bibliotecas

Curiosidades
Dicas
Legislação
Marinas
Mergulho
Modelismo
Pesca
Surf
Turismo

Busca de registros

Links Úteis
Previsão de Ondas
Tábua das Marés
Acobar
Federação de Velas SP
Ibama
Marinha do Brasil
Governo do Brasil
Colunas

Pé de Galinha
João Odilon Hau Filho
 

Qual a relação entre pé de galinha e barcos?

Bem, alguns podem pensar na patroa, sem protetor solar, ficando horas ao sol ao seu lado dentro de uma embarcação, enquanto tentam pegar aquele robalo de 25 quilos. Pés de galinha ao lado dos olhos, na certa!

Outros pensariam naquele farnel preparado na véspera do dia de colocar o barco na água, com farofa, cerveja, tubaína para as crianças, e, claro, a galinha assada da qual esqueceu-se de tirar os pés!

Não é nada disso! Trata-se apenas do mais simples sistema de propulsão de barcos. Mas existem outros, mais sofisticados.

Vejamos:

PÉ DE GALINHA: Sistema bastante simplificado, onde o eixo do motor, localizado no centro do barco ou próximo deste, é ligado diretamente ao hélice. Geralmente são utilizados neste sistema motores automotivos, com a caixa de reversão, onde, por meio de acoplamento elástico, transmite-se a força ao hélice por um eixo que transfixa o casco em ângulo bastante agudo. Como vantagem, tem-se o baixo custo de construção e manutenção e, como maior problema, o grande espaço exigido no barco para sua instalação.

MOTOR DE CENTRO-RABETA: Ao contrário do anterior, o motor, localizado mais à popa, está ligado ao eixo do hélice por um eixo vertical e um sistema de engrenagens cônicas, economizando, assim, espaço, sua maior vantagem. Como desvantagem temos a complexidade do sistema e seu peso.

HÉLICE DE SUPERFÍCIE: Derivação do centro-rabeta, apenas com o eixo do motor saindo diretamente na popa, onde, por um mecanismo hidráulico, existe a possibilidade de, após o planeio, suspender o hélice, ficando metade dele acima da superfície da água. Como maior vantagem há uma diminuição substancial do atrito do hélice com a água. Indicado para barcos velozes.

MOTOR DE POPA: Sistema onde o motor, rabeta e hélice ficam literalmente fora da embarcação, ou “outboard”. Suas vantagens são a liberação de espaço dentro do barco e a facilidade de retirar o motor quando necessário, pois este é fixado diretamente no espelho de popa.

HIDROJATO: Sistema com o motor localizado próximo à popa e ligado a uma bomba de água. Esta capta a água por uma abertura no fundo do casco e a acelera e direciona através de um duto no espelho de popa, que também serve como leme. Como não há nada que ultrapasse a linha inferior do casco esta é sua principal vantagem, pois pode-se navegar com pouco calado. Como desvantagem tem-se o baixo rendimento, com perda na ordem de 15% comparando-se com motor de popa, por exemplo.

Existe ainda a tração animal, mas esta somente é utilizada quando qualquer uma das outras falhar, por falta de manutenção do barco, ou até de gasolina, e se verifica no momento em que o “animal” responsável por tal situação tem que pegar no remo!

Em tempo:

Note-se que hélice, em náutica, é artigo masculino: “O” hélice. Ao contrário da aviação, onde se diz “A” hélice.


 

João Odilon Hau Filho - Construtor Naval

João Odilon Hau Filho
Construtor Naval
 

Especializado em construção naval e trabalhando ativamente nesta área há mais de 20 anos, o autor busca, através desta coluna, esclarecer pontos a respeito deste mundo tão fascinante das embarcações e suas construções.
Últimas Matérias
 

Pé de Galinha

29/1/2007
 

Navegar ou Deslizar?

29/1/2007
 

todas as matérias

 

Todas as Matérias
 

Pé de Galinha
29/1/2007

Navegar ou Deslizar?
29/1/2007

Bombordo e Boreste
29/1/2007

Os Barcos a Jato
29/1/2007

Colunas
Todas as Colunas
Construção das embarcações
João Odilon Hau Filho
(Construtor Naval)

 

Biologia Marinha
Marcelo Szpilman
(Biólogo Marinho)

Busca nas colunas


Web Náuticos - Todos os direitos reservados - 2002 - Internautas conectados no momento: 9